Português Inglês Espanhol

Fundação Julita completa 66 anos

6 de dezembro de 2017

a organização que nasceu de uma história de amor contribui para a igualdade de direitos e oportunidades

Atualmente, a Fundação beneficia cerca de 1.200 pessoas de todas as idades ( dos 4 meses a mais de 60 anos) em situação de vulnerabilidade social por meio de ações socioeducativas que promovem o exercício da cidadania.

Conheça um pouco da nossa trajetória:

1951

Antônio Manoel constitui a Fundação Julita em homenagem à sua esposa falecida

1952

Inicio das atividades, a partir da construção de casas para famílias migrantes rurais em formato de cooperativa, a m de oferecer moradia e instrução. Assim, propõe uma solução para o aumento da migração de famílias da área rural para as cidades, que chegavam muitas vezes despreparadas para trabalhar na indústria, acelerando a miséria, a fome e a criminalidade.

1989

Consolidação dos programas de atendimento, da primeira infância até a terceira idade, com atividades de creche, educação complementar, pro ssionalização e núcleo de convivência do idoso. Entre as décadas de 1970 a 90, a comunidade do Jardim São Luís sofre um crescimento populacional acelerado, agravando situações de precariedade de moradia e de renda.

1993

Mudança de Estatuto e formalização da parceria em educação a partir de convênio com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Social. A região do Jardim São Luís, Campo Limpo e Capão Redondo é denominada como “Triângulo da Morte” pela Unesco; sendo considerada a mais violenta e pobre de São Paulo.

2003 a 2011

Construção do Plano Pedagógico e início dos Centros de Esporte, Meio Ambiente, Cultura e Saúde, como pilares multidisciplinares. Estruturação da área de Comunicação Estratégica e abertura da organização para atividades de m de semana. No período, houve o crescimento do número de entidades sociais na região e a pro ssionalização do terceiro setor.

2012

Início do Projeto Ipezinho, de contraturno escolar, para a faixa dos 4 aos 6 anos. Com isso, a Fundação passa a oferecer a possibilidade de
atendimento da primeira infância à qualificação profissional.

2014 a 2015

Início dos cursos noturnos para adultos e de nova abordagem pedagógica multidisciplinar, a partir da educomunicação

2016

Consolidação da nova identidade visual e redes sociais


2017

Construção da Casa Verde – sede do Centro de Educação Ambiental