Português Inglês Espanhol

 

A metodologia educativa de formação socioambiental da Fundação Julita, promovida pelo Centro de Educação Ambiental, foi reconhecida como Tecnologia Social. A partir de agora, nossa proposta pedagógica está disponível no banco de tecnologias sociais, da Fundação Banco do Brasil, a fim de ser compartilhada e, se houver interesse, aplicada por outras organizações ou escolas.

 

DSC_4777_site

 

Tecnologias sociais são propostas inovadoras, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representam efetivas soluções de transformação social. O Prêmio da Fundação Banco do Brasil visa identificar, certificar, premiar e difundir tecnologias sociais já aplicadas, implementadas em âmbito local, regional ou nacional, que sejam efetivas na solução de questões relativas à alimentação, educação, energia, habitação, meio ambiente, recursos hídricos, renda e saúde.

 

 

 

 

 

Minissistemas ecológicos

 

A tecnologia social certificada recebeu o nome de “Minissistemas ecológicos para a formação sociambiental nas periferias urbanas”. A metodologia consiste na formação, planejamento coletivo e execução de soluções socioambientais, tendo como ferramentas a educação ambiental e a permacultura.

 

Os exemplos de minissistemas criados são: hortas variadas, jardins, mini-cisternas e biodigestor.

 

“Para a Fundação Julita, o reconhecimento como tecnologia social do projeto de Educação Ambiental consolida nossa busca por oportunizar à comunidade soluções sustentáveis e de baixo custo para problemas ambientais do entorno. Nosso empenho na excelência da proposta obteve resultados muito expressivos nos últimos anos, como a conquista do prêmio do Fundo de Excelência Social – FIES, do Fundação Itaú Social, e do Concurso Volkswagen na Comunidade”, ressalta Jânio de Oliveira, Gestor de Projetos Pedagógicos.

 

PARA SABER MAIS E CONHECER A NOSSA TECNOLOGIA SOCIAL, CLIQUE AQUI!

 

 

O Banco de Tecnologias Sociais pode ser acessado clicando aqui!