Português Inglês Espanhol

GENTE QUE FAZ DE CORAÇÃO

 

Voluntários doam seu tempo e o seu conhecimento para ajudar a transformar a vida d1.200 pessoas diariamente.

 

capa

 

Para realizar o atendimento de segunda a domingo para crianças, jovens e idosos, a Fundação Julita conta com o apoio de pessoas que doam o seu tempo e as suas habilidades para realizar ações sociais. A cada mês, mais e mais pessoas estão buscando contribuir com a transformação social promovida pela organização por meio do voluntariado.
 
Nos últimos seis meses, a Fundação Julita registrou aumento de 70% de pessoas comprometidas atuando como voluntárias.
 
 

ATUAÇÃO FUNDAMENTAL

 
“O voluntariado é importante para a Fundação Julita porque potencializa de várias maneiras o trabalho que desenvolvemos. Os voluntários contribuem para ações de manutenção (de jardins, pintura, reformas, etc.) e para a realização de atividades pontuais. Também trazem suas vivências e agregam ao nosso trabalho com ideias novas. Hoje, nossos voluntários têm consciência da importância de suas atuações e o número de pessoas que contribuem com a nossa causa desta maneira vem aumentando mês a mês”, conta Carlos Magno, assistente de gestão que coordena as ações voluntárias na Fundação Julita.
 
Em contrapartida, o que mais se ouve de voluntários é que eles pensam em vir doar (tempo, conhecimento, carinho), porém, recebem muito mais em troca.
 

 

HISTÓRIAS DE PARCERIA

 
Conheça algumas das pessoas que fortalecem as ações da Fundação Julita:
 
Elaine Urbinati (Dentista Voluntária)
   elaine1
elaine2

Dentista formada pela Unicamp, Elaine dedica uma tarde por semana para realizar o atendimento gratuito a crianças e jovens. “Essa é a primeira vez que sou voluntária, apesar de já ter tentado contato com outras instituições. Ser voluntária na Fundação Julita me trouxe a experiência de um outro tipo de paciente. Eu consigo ver que as crianças e as famílias se dedicam ao tratamento porque elas realmente precisam e sabem que não conseguiriam o atendimento gratuito em outro local”.

 

Bia Assunção (“Organizadora de Bazar” Voluntária)

 

bia

Voluntária há anos, Bia organiza e realiza a triagem do Bazar Permanente e de bazares especiais e conta: “eu acredito muito no trabalho que a Fundação faz. Sou voluntária de coração”.

 

Dayane Nunes (“Agente Ambiental” Voluntária)

 

dayane2
dayane1

Foi educanda do Programa Paineira e se encantou com a proposta do Centro de Educação Ambiental. Vem três vezes por semana para auxiliar nos cuidados com os animais, áreas verdes e nos sistemas ecológicos. “Aqui eu sinto que os educadores se importam com a gente, permitem que a gente se expresse. Isso o jovem não tem na escola. Por isso, eu me sinto muito acolhida e tenho vontade de ajudar”.

 

Karina, Danielle, Ariane e Débora (“Educadoras” Voluntárias)

 

conect

As voluntárias Karina Frabetti, Danielle Benvenuto, Ariane Lombarde e Débora Bedeschi organizaram o curso Connect – Repensando os usos das mídias sociais, que atende 15 jovens. As atividades acontecem aos sábados.

 

Antônia, Gilvânia, Caroline e Dalila (“Catalogadoras de Livros” Voluntárias)

 

biblioteca

Desde março, a biblioteca da Fundação Julita passa por uma reforma e seu acervo está sendo catalogado novamente. Para este processo de catalogação dos livros, contamos com a contribuição das estudantes de Biblioteconomia Antônia Brito, Gilvânia Nascimento, Caroline Pastor e Dalila Guimarães. Elas dedicam parte do tempo aos sábados nesta importante tarefa que irá beneficiar todos os atendidos e a comunidade em geral.

 

 

Bruno, Adriana e Arlei (outros “Educadores” Voluntários)
 
Além destes voluntários, contamos com a dedicação dos professores de Karatê (Bruno Fenrrir) e Ju Jitsu (Adriana Curtz). Eles realizam atividades aos fins de semana para crianças, adolescentes e jovens. Outro voluntário da Fundação é Arlei da Silva, que atua com os jovens do curso de Assistente Administrativo, ministrando aulas de inglês.
 
 

SEJA UM VOLUNTÁRIO JULITA

 
Quer ser um voluntário e não sabe como ajudar? Temos algumas atividades que precisam de muita ajuda atualmente, como a biblioteca e as ações do fim de semana:
 
“Neste momento, estamos trabalhando com um carinho maior na biblioteca. Estamos realizando uma triagem dos livros e, depois, vamos catalogá-los. Para isso, estamos contando com um mutirão que acontece até aos fins de semana. Esperamos que muitos voluntários nos ajudem nesta ação. Outra necessidade é referente ao Programa Nosso Quintal, atendimento que acontece aos fins de semana na Fundação Julita. Temos uma atuação que se assemelha a um parque; com portas abertas e com um número grande de pessoas da comunidade desfrutando da nossa área verde. Queremos ter mais voluntários para realizar oficinas que atendam crianças, jovens, famílias e idosos. Estas oficinas podem ser fixas, acontecendo todo fim de semana ou podem ser pontuais”, conta Carlos Magno.
 
Para ser voluntário da Fundação Julita basta acessar a página de voluntariado (acesse por aqui) ou envie e-mail para carlos.magno@fundacaojulita.org.br